terça-feira, 30 de setembro de 2008

Acordo Ortográfico

O presidente Lula sancionou na segunda-feira (29) o novo acordo ortográfico para a língua portuguesa.

As mudanças na escrita começam a valer a partir de 1º de janeiro de 2009. Durante quatro anos, as duas regras – nova e antiga – valerão em concursos e vestibulares.

A opinião dos especialistas é unânime quanto a confusão e polêmica na mudança do hífen. Segundo eles o acordo deixa uma lacuna sobre as palavras compostas, gerando dúvidas que precisam ser esclarecidas.

As regras que mudam são as seguintes:

* O alfabeto incorporará as letras "k", "w" e "y" passando de 23 para 26 letras.

* O uso do trema deixará de existir como na palavra “lingüiça” (linguiça).

* Os acentos diferenciais serão suprimidos: verbo parar (pára).

* Acentos agudos de ditongos sumirão como o da palavra “idéia” (ideia).

* Os acentos circunflexos desaparecerão das palavras “vôo” ou “crêem”.

* O hífen de palavras começadas por “r” ou “s” não levarão mais hífen, como em “anti-semita” (antissemita) ou em “contra-regra” (contrarregra).

O Maurício Ricardo do Charges fez um excelente trabalho no vídeo "Cotidiano - Falando de acordo". Segue abaixo a charge.

Um comentário:

Polêmica disse...

Querer acabar com o "s" que se usa quando a palavra é no plural, essa foi ótima (rsrsrs)..
Mas, eu acho que os acentos nos ajudam muito a diferenciar umas palavras das outras pois, a lingua portuguesa têm muitos sinônimos e os acentos nos ajudam a diferenciar as palavras que são iguais na escrita porém, com significados diferentes. Não deveria mudar a acentuação não. Eu acho que deveria mudar as palavras com som de "Z" serem escritas com "s" por exemplo "casa". E também palavras com som de "x" serem escritas com "ch" por exemplo "chapéu".. entre outras formas que a gente escreve. Isso sim eu acho difícil, saber o que é com z, x, s, ss, r, rr, c, ç, etc...

Beijinhos!

 
;